A Marcha Mundial será apresentada no Congresso

Próximo dia 2 de outubro, no Congresso dos Deputados, mesa redonda, apresentação do 3º MM

Como parte das inúmeras atividades e eventos em favor da não violência e da paz que acontecem em toda a Espanha e no mundo, no dia 2 de outubro* Em 2023, no Congresso dos Deputados, acontecerá uma mesa redonda digital e presencial para apresentar a 3ª Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência.

Na segunda-feira, 2 de outubro, às 16h. Na sala Hernest Lluch, com ligação à Assembleia Legislativa de San José de Costa Rica, a apresentação será realizada com a participação de:

Federico Mayor Zaragoza: Presidente do Fundação Cultura da Paz e ex-diretor da UNESCO.
Rafael de la Rubia: Promotor das Marchas Mundiais pela Paz e Não-Violência e fundador da Associação Mundo sem Guerras e Violência.
Geovanni Blanco: Membro do MSGYSV e coordenador da Marcha Mundial em Costa Rica.
Lisset Vasquez do México: Coordena a rota Mesoamérica e América do Norte.
Madathil Pradeepan da Índia: A rota da Ásia e Oceania.
Marco Inglessis da Itália: A Marcha Mundial na Europa.
Martine Sicard, do Monde San Guerres et San Violence, coordena a parte africana.
Cecília Flores, do Chile, coordena a parte sul-americana do Latin American Hope.
Carlos Umaña, Co-Presidente da IPPNW, Associação Internacional de Médicos para a Prevenção da Guerra Nuclear.
Jesus Arguedas, de Mundo Sem Guerras e Sem Violência Espanha.
Rafael Egido Pérez, Socióloga, vereadora do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) em Serna del Monte.

COORDENADAS E PRESENTES: María Victoria Caro Bernal, PDTA. Homenagem do Grupo de Retórica e Eloquência do Ateneo de Madrid, Diretor do Festival Internacional de Poesia e Arte Grito de Mujer.

A apresentação, incluída no agenda do Parlamento, pode ser visto ao vivo no Canal do Parlamento: Programação do Canal do Parlamento.

Ao final da apresentação em espanhol, às 17.00h (Europa Central), você poderá continuar a reunião (**) participando do evento na Assembleia Legislativa da Costa Rica.


* O dia 2 de outubro, dia do nascimento de Mahatma Gandhi, é comemorado em sua homenagem, como pioneiro da não-violência, como o Dia Mundial da Não-Violência. No site da ONU nos é explicado a respeito desta comemoração: 'De acordo com a resolução A/RES/61/271 da Assembleia Geral, de 15 de junho de 2007, que estabeleceu a comemoração, o Dia Internacional é uma ocasião para “divulgar a mensagem de não violência, inclusive por meio da educação e da conscientização pública”. A resolução reafirma “a relevância universal do princípio da não violência” e o desejo de “garantir uma cultura de paz, tolerância, compreensão e não violência”. Ao apresentar a resolução na Assembleia Geral em nome de 140 co-patrocinadores, o Ministro de Estado dos Negócios Estrangeiros da Índia, Anand Sharma, disse que o patrocínio amplo e diversificado da resolução era um reflexo do respeito universal por Mahatma Gandhi e da relevância duradoura da sua filosofia. Citando as próprias palavras do falecido líder, ele disse: “a não-violência é a maior força à disposição da humanidade. É mais poderoso do que a mais poderosa arma de destruição concebida pela engenhosidade do homem.

** https://us06web.zoom.us/j/85134838413?pwd=gMSaysnlV38PvLbFLNfwfPuf8RSqaW.1

2 comentários sobre “A Marcha Mundial será apresentada no Congresso”

  1. Nós, o povo, podemos fazer algo para que este mundo mude e para que os nossos filhos não tenham que morrer em guerras malditas. Não me importa de que país eles são. Eles são nossos filhos.

    resposta

Deixe um comentário