Mar Mediterrâneo da Paz

O 27 DE OUTUBRO SAI DE GENOVA (ITÁLIA) «MEDITERRÁNEO MAR DE PAZ», A ESTRADA MARÍTIMA DO 2ª MARCA MUNDIAL DE PAZ E NOVIOLÊNCIA

NOVEMBRO 5 EM BARCELONA REUNIÃO COM O BARCO DE BARCO DE PAZ

Em 27 de outubro de 2019, a partir de Gênova, começa "MAR MEDITERRÁNEO DE PAZ", a rota marítima da 2ª Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência, o evento pacifista que começou em Madri em 2 de outubro e terminará na capital espanhola em 8 de março de 2020. “MEDITERRÁNEO DE LA PAZ” é uma iniciativa da Equipe Base de la Marcha, em colaboração com a Fundação Éxodus de Don Antonio Mazzi, que disponibilizou um dos dois veleiros da Comunidade da Ilha de Elba. ; a associação para a promoção da cultura marinha La Nave di Carta e a União Italiana de Vela Solidária (Uvs). A viagem partirá do cais em frente ao Galata Mu.Ma, Museu do Mar de Gênova e Migrações e parará em Marselha e Barcelona, ​​onde chegará ao mesmo tempo que o barco PEACE BOAT, da ONG japonesa que está navegando há XNUMX anos em todo o mundo para a promoção de uma cultura de paz, desarmamento nuclear, proteção dos direitos humanos, proteção do meio ambiente e desenvolvimento sustentável. Depois da cidade catalã, o veleiro fará uma etapa em Tunis, Palermo e Livorno, a última etapa será em Roma, por terra, para o encontro com a Sociedade Geográfica Italiana, onde será apresentado o diário de viagem.
“Paz, desarmamento nuclear, direitos humanos e meio ambiente: esses são os temas da Marcha Mundial 2 que, dez anos após a primeira, atravessará um mundo em que há trinta guerras em andamento e dezoito zonas de crise. No centro de nossa ação está o pedido aos Estados para ratificar o Tratado sobre a proibição de armas nucleares e o compromisso com uma maneira de desarmar armas convencionais. Conceitos já contidos na Declaração de 1995 de Barcelona para o paternário da paz no Mediterrâneo, assinada pelos países do 12 ”, explica Tiziana Volta Cormio, membro da Equipe da Marcha Internacional. “Uma declaração permaneceu no papel. O que vemos todos os dias no Mediterrâneo é intolerável: a Europa, Prêmio Nobel da Paz na 2012, é hoje o cenário de grande violência. Armas deixam a Europa, mas os migrantes não podem entrar; Há uma proliferação de eventos dedicados a armas nas quais menores também podem entrar. Por esse motivo, decidimos "caminhar" pelo mar. Também queremos testemunhar a necessidade de dizer o suficiente com palavras de ódio e violência que se opõem a diferentes culturas e também denunciar a violência contra o ambiente marinho do qual o clima depende. Queremos fazer isso com a poderosa arma da não-violência ativa. ”

Material associado

Aguardando mais informações

Promovendo Organizações

Aguardando mais informações

Participantes Aderidos

Aguardando mais informações

Próximos Eventos

Aguardando mais informações

Notícias

Eventos anteriores

16 Novembro 2019 @ 08: 00-17:00 CET

Via Cala Banchina Lupa, Palermo, Via Cala Banchina Lupa
Palermo, Itália
+ Google Map

Anime-se e junte-se a isto