A Marcha Mundial termina em Madri

O fechamento simbólico ocorrerá no domingo, 8 de março, às 12h na Puerta del Sol
A II Marcha Mundial pela Paz e Não-Violência conclui sua jornada em Madri. Partindo de 2 de outubro de 2019 (Dia Internacional da Não-Violência) de Madri, a Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência concluirá sua jornada depois de passar cinco meses nos cinco continentes. Com o antecedente da I Marcha Mundial 2009-2010, que durante 93 dias cobriu 97 países e cinco continentes, foi proposto realizar a II Marcha Mundial pela Paz e Não-Violência 2019-2020, desta vez saindo e retornando ao mesmo ponto de partida para alcançar vários objetivos.

Relatar, tornar visível, dar voz

Em primeiro lugar, denuncie a perigosa situação mundial com crescentes conflitos e aumento de gastos com armas, enquanto em vastas áreas do planeta muitas populações são deixadas para trás devido à falta de comida e água. Em segundo lugar, tornar visíveis as diferentes e variadas ações positivas que pessoas, grupos e povos estão desenvolvendo em vários lugares em favor dos direitos humanos, não discriminação, colaboração, coexistência pacífica e não agressão. E, finalmente, dar voz às novas gerações que querem assumir, instalando a cultura da não-violência na imaginação coletiva, na educação, na política, na sociedade ... Da mesma maneira que em poucos anos ele saiu instalando consciência ecológica.

atividades

Para comemorar o final desta turnê mundial, uma série de atividades será realizada com a presença de vários de seus protagonistas. No sábado, 7 de março, às 12 horas, o 'Concerto de Geminação pela Paz, Não-Violência e Terra' da Orquestra Internacional de Pequenas Pegadas (Itália) será realizado com o Projeto Crescendo com Música na escola Manuel Núñez de Arenas (Puente de Vallecas) e o Ateneu Cultural (Manises-Valência). A atividade será realizada no Centro Cultural El Pozo (Avenida das Glorietas 19-21, Puente de Vallecas), com entrada gratuita até que a capacidade total seja atingida.

Cerimônia de encerramento da marcha

À tarde, às 18h30, será realizada a 'Cerimônia de Encerramento da Marcha', com projeções de imagens do percurso, intervenções de protagonistas de diferentes continentes, palavras finais e um toque musical. O mesmo ocorrerá o Casa árabe (Calle de Alcalá, 62) também com acesso gratuito. No dia seguinte, domingo, 8 de março, ocorrerá ao meio-dia na Puerta del Sol, no quilômetro 0, o encerramento simbólico da turnê mundial da Segunda Marcha Mundial que terminará cinco meses de viagem a partir do mesmo local onde esta aventura começou. Às 12h30, em frente à tradicional pastelaria de Maiorca, serão realizados símbolos humanos de Paz e Não-Violência com mulheres de diferentes culturas, uma proposta aberta à participação de quem quiser se juntar a este movimento. Para finalizar, os ativistas apoiarão a mobilização feminista que percorrerá o centro da capital à tarde.
Redação: Martine Sicard (Mundo Sem Guerras e Violência)
Mais informações em:
https://theworldmarch.org/, https://www.facebook.com/WorldMarch, https://twitter.com/worldmarch y https://www.instagram.com/world.march/.
5/5 (Revisão 1)

Diga-nos a sua opinião

avatar
Subscrever
Notificar
Compartilhe!